20 de Novembro de 2018

Notícias : Agricultura    Qui, 13/09/2018

Aratiba realiza reunião com Citricultores que fizeram reservas de Mudas para o plantio 2018.

A cultura de laranja em Aratiba é grande geradora de emprego e renda e vista pelos produtores como possibilidade de ampliação do mercado e aumento das vendas e da produtividade.


Dsc 0441 min

O que e onde plantar são pontos decisivos no processo de produção agrícola. O ideal é escolher uma cultura rentável e realizar o plantio em regiões  com condições climáticas que potencializem a produtividade e a qualidade da cultivar escolhida. Cuidados frente a qualidade do solo e às técnicas de manejo adequados são grandes diferenciais que potencializam a produtividade.
Em razão da perspectiva de expansão da citricultura no Rio Grande do Sul, onde as indústrias compram até 50% dos frutos para processamento de outros Estados e as condições subtropicais favorecem a produção de citros de alta qualidade, há uma demanda cada vez maior de produtores que acreditam e investem nesta potencialidade de alimento e de movimentação para a economia das propriedades e dos municípios.
A citricultura brasileira apresenta números expressivos que traduzem a grande importância econômica e social que a atividade tem para a economia do país. Alguns desses números são mostrados concisamente: a área plantada está ao redor de 1 milhão de hectares e a produção de frutas supera 19 milhões de toneladas, a maior no mundo há alguns anos. O país é o maior exportador de suco concentrado congelado de laranja cujo valor das exportações, juntamente com as de outros derivados, tem gerado cerca de 1,5 bilhão de dólares anuais. 
A cultura de laranja em Aratiba é grande geradora de emprego e renda e vista pelos produtores como possibilidade de ampliação do mercado e aumento das vendas e da produtividade.
Em Aratiba foram licitadas 24.000 mudas a serem entregues em determinados momentos: a primeira quantidade de forma imediata já nos próximos dias, e a segunda parte está prevista para entrega no final de novembro.
Na tarde desta quinta-feira (13) se fizeram presentes os profissionais Douglas e Hernani dos viveiros Weber, fornecedor contratado por processo licitatório para fornecer as mudas ao Município de Aratiba. Também estiveram presentes o Prefeito Municipal Guilherme Eugênio Granzotto, o Secretário Municipal da Agricultura Lenir Christmann, representante da EMATER, Gilmar Schardon, representante da CECAFES Roberto Balen, e da Biofábrica Cooperativa do Extremo Norte, César, Engenheiro Agrônomo Técnico Agrícola da Prefeitura Municipal Ubiratã da Costa, Engenheiro Agrônomo da Prefeitura Municipal de Aratiba Rafael Mohr.    

O que e onde plantar são pontos decisivos no processo de produção agrícola. O ideal é escolher uma cultura rentável e realizar o plantio em regiões  com condições climáticas que potencializem a produtividade e a qualidade da cultivar escolhida. Cuidados frente a qualidade do solo e às técnicas de manejo adequados são grandes diferenciais que potencializam a produtividade.

Em razão da perspectiva de expansão da citricultura no Rio Grande do Sul, onde as indústrias compram até 50% dos frutos para processamento de outros Estados e as condições subtropicais favorecem a produção de citros de alta qualidade, há uma demanda cada vez maior de produtores que acreditam e investem nesta potencialidade de alimento e de movimentação para a economia das propriedades e dos municípios.

A citricultura brasileira apresenta números expressivos que traduzem a grande importância econômica e social que a atividade tem para a economia do país. Alguns desses números são mostrados concisamente: a área plantada está ao redor de 1 milhão de hectares e a produção de frutas supera 19 milhões de toneladas, a maior no mundo há alguns anos. O país é o maior exportador de suco concentrado congelado de laranja cujo valor das exportações, juntamente com as de outros derivados, tem gerado cerca de 1,5 bilhão de dólares anuais.

A cultura de laranja em Aratiba é grande geradora de emprego e renda e vista pelos produtores como possibilidade de ampliação do mercado e aumento das vendas e da produtividade.

Em Aratiba foram licitadas 24.000 mudas a serem entregues em determinados momentos: a primeira quantidade de forma imediata já nos próximos dias, e a segunda parte está prevista para entrega no final de novembro.

Na tarde desta quinta-feira (13) se fizeram presentes os profissionais Douglas e Hernani dos viveiros Weber, fornecedor contratado por processo licitatório para fornecer as mudas ao Município de Aratiba. Também estiveram presentes o Prefeito Municipal Guilherme Eugênio Granzotto, o Secretário Municipal da Agricultura Lenir Christmann, representante da EMATER, Gilmar Schardon, representante da CECAFES Roberto Balen, e da Biofábrica Cooperativa do Extremo Norte, César, Engenheiro Agrônomo Técnico Agrícola da Prefeitura Municipal Ubiratã da Costa, Engenheiro Agrônomo da Prefeitura Municipal de Aratiba Rafael Mohr.