06 de Julho de 2020

Notícias : Geral    Ter, 23/06/2020

Força tarefa em Aratiba ajuda no acesso ao auxílio emergencial.

Toda a equipe da Secretaria da Cultura está trabalhando no esforço de ajudar as pessoas a obter o auxílio.


Coronav%c3%adrus auxilio emergencial

Pelo menos 750 pessoas foram atendidas nos últimos dois meses pela equipe montada pela Prefeitura de Aratiba para facilitar o cadastro ao auxílio emergencial de R$ 600,00 do governo. Toda a equipe da Secretaria da Cultura, Desporto e Juventude foi mobilizada para o Plantão do Auxílio Emergencial. O auxílio foi oferecido principalmente para as pessoas que não tem acesso à internet, que não tem celular ou que tem dificuldades de fazer o cadastro ou acessar os dados posteriores. Para grande parte das pessoas a equipe conseguiu avançar em todos os passos e liberar o código no aplicativo Caixa Tem. Estas já sacaram o auxílio nas lotéricas do município. “ É um dado importante, porque muitas pessoas não teriam conseguido concluir o cadastro sem ajuda e desta forma, não precisaram nem se deslocar até Erechim para receber o dinheiro”, avalia a secretária da Cultura, Esporte e Juventude, Daiana Tenutti.

Mas o auxílio envolve ainda mais ações. Quando existem dificuldades nos sistemas operacionais, a equipe faz uma triagem e a partir desse levantamento agenda um horário na Caixa Econômica Federal de Erechim. Com o agendamento a Caixa realiza um atendimento exclusivo às pessoas do município, sem aglomeração e sem fila e com mais precisão. “Neste grupo estão os casos de maior vulnerabilidade social, e eles saem da Caixa já com a senha para o saque”, diz a secretária. Ao tomar conhecimento da forma como está sendo organizado o atendimento em Aratiba, a gerência da Caixa em Erechim disponibilizou um horário para atendimento exclusivo. O município disponibiliza um ônibus higienizado para o transporte, que por causa do distanciamento é limitado a 16 pessoas por viagem, exige o uso de máscara, fornece  álcool em gel  e dois funcionários para acompanhar o atendimento.  Cinco viagens já foram realizadas a Erechim seguindo esta sistemática e há previsão de novos agendamentos “porque os problemas de acesso ao Caixa Tem continuam”, segundo Daiana.  

Mesmo com o trabalho da equipe e a disponibilização da tecnologia necessária, em torno de 30% das pessoas cadastradas ainda aguardam a resposta da análise do auxílio. “Eles continuarão sendo atendidos e orientados e o nosso trabalho não para enquanto ainda houver pessoas necessitadas que ainda não receberam o dinheiro”, finaliza. 

O atendimento é diário, na Secretaria de Cultura das 8hàs 14h. A equipe orienta que toda vez que alguém buscar atendimento, deve levar a documentação de toda a família, para facilitar e agilizar o trabalho.